Notícia

DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO E TURISMO

Secretaria de Estado do Desenvolvimento Econômico e Turismo
Quarta, 07 Julho 2021 11:54

Sedetur e Equatorial discutem projetos de ampliação da rede energética em Alagoas

Expectativa é que as obras reforcem a distribuição de energia nas cinco regiões do estado, potencializando investimentos e geração de emprego e renda.

Sedetur e Equatorial discutem projetos de ampliação da rede energética em Alagoas Fotos de Lucas Meneses
Texto de Isabella Padilha

Uma rede energética que atenda a população alagoana e possibilite a expansão econômica do estado. O secretário do Desenvolvimento Econômico e Turismo, Marcius Beltrão, recebeu na tarde da terça-feira (06) o presidente regional da Equatorial Alagoas, Humberto Soares, para discutir as melhorias que estão sendo feitas na rede energética do estado e consolidar a parceria entre a distribuidora de energia e o Governo de Alagoas.

Na oportunidade, foram apresentados os dados da gestão da Equatorial no estado nos últimos dois anos e os projetos que vão garantir uma melhora na distribuição de energia e a carga necessária para a expansão de negócios em Alagoas.

“Alagoas vive um momento único de captação de investimentos. Há empresas e indústrias de grande porte chegando nas diversas regiões do estado e para isso é necessário infraestrutura como a eficiência energética de qualidade. Nós temos hoje uma das melhores malhas viárias do país; e, em breve, um dos melhores sistemas de distribuição de energia. Isso é essencial para o crescimento econômico de Alagoas”, falou Marcius Beltrão.

A Equatorial assumiu a concessão para distribuir a energia em Alagoas em 2019, e foram investidos mais de R$ 400 milhões na melhoria da rede elétrica do estado. O presidente regional da Equatorial Alagoas, Humberto Soares, destaca o empenho da gestão para levar energia de qualidade para os alagoanos.

“Temos feito investimentos robustos para atender a necessidade de desenvolvimento de Alagoas. Nós estamos duplicando a linha de transmissão que vai até Maragogi, no litoral norte e a gente está fazendo esse investimento iniciando por uma nova subestação que está localizada em Ipioca. Existem investimentos também na região Sul e na região do Sertão. Temos também muitos investimentos previstos para regiões turísticas como a Barra de São Miguel, temos uma subestação prevista em Piranhas, para atender toda aquela parte ali dos Cânions que tem crescido muito. Temos investimentos importantes na região de Santana do Ipanema, um novo ponto de suprimento que está chegando”, destaca Humberto Souza.

As cidades contempladas com as reformas prospectam um aumento do número de leitos, a chegada de novos hotéis e a construção de novas indústrias. Isso deve exigir investimentos para garantir uma rede energética que cumpra todos os requisitos para atender os moradores do estado e receber os turistas.