Notícia

DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO E TURISMO

Secretaria de Estado do Desenvolvimento Econômico e Turismo
Segunda, 04 Dezembro 2017 12:18
PRODESIN

Alagoas terá 500 novos empregos diretos graças a incentivos do Governo

Três indústrias da cadeia da Química e do Plástico e um hotel tiveram benefícios fiscais aprovados na última reunião do Conedes

Reunião do Conedes aprovou incentivos para empreendimentos que representam R$ 32 milhões em investimento. Reunião do Conedes aprovou incentivos para empreendimentos que representam R$ 32 milhões em investimento. Kaio Fragoso
Texto de Morena Melo

O Conselho Estadual do Desenvolvimento Econômico e Social (Conedes) aprovou na tarde desta quinta-feira, 30, incentivos fiscais para quatro empreendimentos, três da Cadeia Produtiva da Química e do Plástico (CPQP) e um do setor hoteleiro. Ao todo os empreendimentos representam um investimento de R$ 32 milhões e devem gerar cerca de 500 empregos diretos.

Os benefícios concedidos pelo Governo do Estado fazem parte do Programa de Desenvolvimento Integrado (Prodesin), que, a partir da modernização, passou a oferecer a redução de 92% no pagamento do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) na saída dos produtos industrializados.

Para o secretário de Estado do Desenvolvimento Econômico e Turismo, as aprovações realizadas revelam os resultados do trabalho desenvolvido pelo Governo do Estado para fomentar os segmentos da química e do plástico, e do turismo.

“Esta semana consolidados o convênio com a cadeia da química e do plástico onde serão repassados R$ 903.920 mil para qualificação da mão de obra do segmento e para modernização da gestão das Pequenas e Médias Empresas vinculadas à cadeia. No turismo não é diferente, os esforços da Sedetur garantiram, por exemplo, 408 voos extras para esta temporada e outros ainda estão sendo fechados. O Conedes seguirá apoiando os setores estratégicos da nossa economia”, explicou o gestor.

No segmento da Química e do Plástico, chegam a Alagoas a Alepack Indústria, a Inovaplaste e a Marinho e Cia Indústria. Já no Turismo, será inaugurada uma nova unidade do Hotel Ibis, que contará com 250 leitos.

Considerado o incentivo fiscal mais competitivo do Nordeste, de acordo com quadro comparativo publicado no Jornal Valor Econômico, o cenário econômico do Estado mostra sinais que divergem do contexto nacional. Atualmente Alagoas tem 17 hoteis em construção, enquanto estados vizinhos com histórico ascendente no turismo, a exemplo da Bahia, vivenciam o fechamento de empreendimentos hoteleiros. Somente em Salvador mais de 16 hotéis fecharam desde 2016.