DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO E TURISMO

Secretaria de Estado do Desenvolvimento Econômico e Turismo
Quinta, 23 Setembro 2021 11:34

Barracas padronizadas levam alegria e conforto para banhistas da orla de Maceió

Equipamentos coloridos de praia distribuídos pela Sedetur Alagoas ajudam a organizar os serviços turísticos da capital alagoana.

Barracas padronizadas levam alegria e conforto para banhistas da orla de Maceió Fotos: Lucas Meneses
Texto de Isabella Padilha e Waldson Costa

As cores vivas e alegres dos guarda-sóis, cadeiras e vestimentas dos comerciantes ambulantes compõem o cenário da praia Ponta Verde levando mais conforto para os banhistas que circulam por Maceió. Na orla marítima mais bonita do Brasil, onde o sol, os arrecifes de corais e o farol disputam a atenção de cada clique, difícil mesmo na estação da primavera é escolher em qual barraca de praia ficar para apreciar o banho de mar e os quitutes que só o Nordeste brasileiro pode oferecer.

Pois são sobre as areias brancas e mornas da praia que estão os conjuntos de ombrelones e cadeiras amarelas, verdes, azuis, vermelhas e outras variedades de tons que ajudam a compor a campanha Alagoas Te Faz Feliz, que é um convite ao descanso e diversão.

Foi neste espaço de receptividade e conforto que a enfermeira baiana Vitória Dias aportou para curtir o mar de Maceió. “Hoje é meu primeiro dia aqui em Maceió. Eu cheguei no hotel, corri para a praia e fui surpreendida por esse colorido. Esse lugar está lindo, muito organizado e convidativo para ficar”, diz.

A organização da praia feita pelos barraqueiros contou com um item especial: os kits de praia coloridos distribuídos pelo governo de Alagoas, através da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico e Turismo (Sedetur). Na ocasião, foram distribuídos para 49 ambulantes, que trabalham entre o Farol da Ponta Verde e a Feirinha da Pajuçara, ombrelones, cadeiras, uniformes e lixeiras; tudo com um só objetivo: melhorar ainda mais a qualidade dos serviços turísticos prestados aos banhistas da capital alagoana.

“Essa ação vem para ajudar o movimento das barracas, já que elas têm um papel imprescindível para o turismo de Alagoas. Demonstra a organização do Estado e dos trabalhadores que estão aqui todos os dias para servir os turistas e os maceioenses. O papel do estado é fomentar os negócios e ajudar as pessoas na geração de emprego e renda. A ideia é que, num futuro próximo, todos os ambulantes das praias urbanas de Maceió recebam o material, elevando o padrão de qualidade do Destino Alagoas, que já é destaque no cenário nacional e internacional como um lugar seguro, qualificado e preparado para o turismo”, explica o secretário do Desenvolvimento Econômico e Turismo, Marcius Beltrão.

Satisfação

É se os kits de praia têm a aprovação dos turistas, eles têm também o aval dos comerciantes e dos maceioenses. É o que explica o ambulante Edson, que trabalha na faixa de areia da Ponta Verde.

“Essa parceria entre nós ambulantes e o governo de Alagoas é muito boa. A gente vê esse efeito na prática porque os banhistas gostam da organização, do conforto e da qualidade do serviço e acabam ficando mais tempo. É muito bom conseguir dar um atendimento melhor a quem chega aqui. Os nossos clientes estão elogiando muito esses equipamentos, fazem fotos, marcam e divulgam o lugar”, conta Edson.

Um desses clientes é a estudante maceioense Giulia Benedetti, que costuma ir à praia com frequência com as amigas. “O ato de vir a praia se torna muito mais prazeroso quando sabemos que tem equipamentos melhores e mais organizados. E o serviço aqui é muito agradável, atencioso, e os equipamentos novos e padronizados ajudam a deixar o espaço mais bonito”, diz Benedetti.

Turismo Seguro

A retomada do turismo em Alagoas conta com o selo Safe Travels da WTTC (World Travel & Tourism Council), entidade de turismo internacional que reconhece destinos ao redor do mundo que tenham implementado protocolos sanitários em padrão mundial. Alagoas já conta com sete cidades chanceladas com o selo – Maragogi, Porto de Pedras, Penedo, Japaratinga, Piranhas, Delmiro Gouveia e Marechal Deodoro. 

O estado também registra cerca de 1.773 empreendimentos turísticos com o selo do Turismo Responsável do Ministério do Turismo, ocupando o segundo lugar no Nordeste, atrás apenas da Bahia. As duas certificações levam em consideração a prática de condutas que tragam segurança para turistas, trabalhadores e moradores das regiões turísticas.